terça-feira, agosto 07, 2018

Post 6810 - Dobry Den

Em preparação para passar alguns dias numa cidade onde nunca estive (e tenho algum receio de andar de avião).
Estive escolher o livro que vou levar comigo:
Resultado de imagem para a insustentável leveza do ser  

e também a ler sobre a história da cidade, lugares que gostaria de visitar como a Casa Dançante e a aprender um pouco da língua com o Duolingo, ou https://www.duolingo.com/
Para onde é que eu vou? (ou espero ir, se não perder o avião)

Post 6809 - Sexta-feira, 3.8.18

The Equalizer 2 - A Vingança, de Antoine Fuqua com Denzel Washington (mesmo não tendo visto o 1º gostei).

Resultado de imagem para cinema equalizer 2

.

Post 6808 Desafio de Escrita - OE 2ª Edição, 2/10 Política



No mundo em que vivemos, o mundo civilizado, ou primeiro mundo, claro, temos o sistema político perfeito da Democracia (e eis que Trump ganha as eleições na América e o Reino Unido decide pelo Brexit).
Por cá temos o Marcelo (e alguns dos seus clones, única forma de conseguir estar em todo o lado praticamente ao mesmo tempo).
Tudo já foi pensado, escrito e dito, sucederam-se revoluções, caíram ou envelheceram os ídolos, e actualmente imperam os interesses económicos.
Felizmente para dar algum colorido ao que se passa com a nossa forma de governação, temos a televisão, com as imagens que não mentem e valem mil palavras, nunca se apagam e regressam para perseguir e assombrar os políticos.
Pouco a pouco, talvez comecem a perceber que é capaz de não ser assim lá muito boa ideia surripiar o gravador de um jornalista, ainda que compreensivelmente desagradado com as questões colocadas, se outro, nesse preciso momento, o filma a fazê-lo.
Ou falar livremente ao telemóvel sobre “problemas” do país e pessoais, como se não estivesse a ser gravado, porque não só o está a ser, como a gravação virá a aparecer pouco tempo depois no canal do Correio da Manhã.
Ou ainda clamar pela devolução da cidade aos cidadãos mais humildes, enquanto se perspectiva lucrar milhões com a venda de imóvel reabilitado, após despejos daqueles.
Vêem-se os políticos num impasse - ou deixam de prometer o que os eleitores querem e perdem as eleições, ou prometem tudo, e ganham, para serem depois confrontados com as suas posições opostas ao prometido.
São confrontados não apenas com actos opostos aos ideais defendidos, mas também com  promessas feitas pelas calendas gregas que estariam já esquecidas se não tivessem sido congeladas em gravações a cores, com som e primeiros planos.
Assim não é fácil ser político!



domingo, agosto 05, 2018

Post 6807 - Mousse de chocolate - post em construção

Derretemos  o chocolate preto de culinária Beauville com manteiga (pacote de 125 gramas), separamos gemas das claras, juntamos as primeiras, batemos as segundas em castelo e vamos juntá-las. ..não me lembro se também juntávamos açúcar

sábado, agosto 04, 2018

Post 6806 - Livros 2018 (57) Amor por Encomenda de Catherine Mckenzie


Wook.pt - Amor por Encomenda

Amor por Encomenda de Catherine Mckenzie

No site da Wook:
"SINOPSE
Anne Blythe tem razões para sorrir: acaba de receber uma aliciante proposta para publicar o seu primeiro livro. Mas no que toca a relações amorosas, a situação é muito pouco animadora. Após mais um relacionamento falhado, Anne encontra na rua um cartão de uma empresa que ela julga ser de promoção de encontros românticos. Interpretando-o como um sinal, acaba por guardá-lo.
Farta de ver as pessoas à sua volta felizes no amor, Anne decide, num impulso, experimentar a empresa que a poderá ajudar a encontrar, finalmente, o homem da sua vida. Mas esta empresa não é bem o que parecia.
Trata-se afinal de um sofisticado — e caro — serviço que proporciona aos seus clientes um casamento arranjado, com tudo incluído. Anne começa por rejeitar a ideia, mas quanto mais pensa no assunto mais entusiasmada fica. Se os casamentos arranjados resultam para milhões de mulheres em todo o mundo, porque não haveria de resultar com ela? Além disso, o serviço afirma que só fracassou em 5 por cento dos casos.
Meses depois, Anne encontra-se num resort mexicano pronta para casar com Jack, o seu «par perfeito». E tudo parece correr bem. Mas será possível encomendar o amor verdadeiro?"

quinta-feira, agosto 02, 2018

Post Quarta-feira,1.8.18

(pão de ló)
(risotto de alheira, linguiça e pimento vermelho, 1ª tentativa)

Post de Terça-feira, 31 de Julho

 Esparguete ou mais exactamente taglatiele à bolonhesa, 1ª tentativa
(lombinho de porco assado no forno)

Post Desafio de Escrita (40/12) 10/10 - Email


Para: Hell Angel
Assunto: Revelação no final

Caríssimo, já não nos falamos há para aí dois mil anos…e ponderei bem, durante umas dezenas de anos pelo menos, contactar-te de novo, até que surgiu este inovador meio.
Por aqui continua tudo muito parado: céu azul celeste, relva verde, música de harpas por todo o lado, o habitual. Só muito de vez em quando chega alguma alma. Mesmo assim têm-se acumulado e é também por isso que revolvi escrever-te.
As novas almas aparecem-me cheias de perguntas e reivindicações: questionam‑Me sobre os cataclismos, a não salvação dos inocentes, o sentido da vida, etc. etc., Jesus já não aguenta os Judeus que quem pô-lo em causa mesmo aqui, os politeístas exigem ver os “outros deuses”, os muçulmanos querem as suas setenta virgens…só os ateus e agnósticos é que inicialmente parecem felizes por descobrirem que afinal sempre há um depois e um céu…
Agora resolveram organizar-se em associações sindicais e “exigir os seus direitos”.
Praticamente todos querem escolher a música e pretendem direitos de visita a familiares e descendentes (e os muçulmanos não abdicam das virgens por mais que tente explicar‑lhes que não existe nenhuma por aqui).
Discursam para aliciar novos membros, debatem e discutem programas, até têm eleições com votos secretos…não há pachorra.
Então aqui vem o Assunto, revelação deste email.
Comecei a pensar que preciso de férias…
E cheguei à conclusão que apenas Tu Me poderás substituir.
Falei com o Jesus e ele não se importa de ficar algum tempo a tomar conta do Inferno para ti.
Que me dizes? Topas?

D.

Post Desafio de escrita OE (2ª Edição) - 1/10 Sim

“Sim à vida” foi o nome de que se lembraram para baptizar o seu grupo de jovens cristãos. Reuniam-se no final das tardes, liam passagens do Livro Sagrado, ensinavam o Evangelho aos mais novos para os prepararem para a comunhão e no final do liceu tiveram um retiro no Gerês.
Depois entrou para a Faculdade, licenciou-se e começou a trabalhar. Queria permanecer fiel aos seus ideais. Primeiro parecia nunca ter tempo, até que percebeu que perdia a fé.
Enquanto crescia passara por diversas tentativas de diários, cadernos às vezes escolares que abandonava com somente as primeiras páginas manuscritas e depois destruía. Sentia a necessidade de escrever para desabafar quando algo o afligia, depois envergonhava-se do que escrevera ou de como o escrevera.
Não queria perder alguns momentos que via como essenciais e definidores. Acreditava que a forma de os guardar seria lembrar, não os dados objectivos, quando, onde, com quem estava, mas o que sentira na altura.
Decidira por isso voltar a escrever um diário e tencionava fazê-lo com regularidade.
Naquela noite, saíra para uma volta a seguir ao jantar. Em pleno Inverno, apenas se cruzou com dois ou três cães que passeavam os donos.
Alguém tinha pintado aquela frase “Sim à vida” nas paredes enegrecidas da velha fábrica. Não era a única frase e havia também desenhos ou riscos que o pretenderiam ser. Por ali tinham passado vários artistas de grafiti, e tinham conseguido assinar as suas obras pela cor e pelo traço, às vezes com o nome ou um pseudónimo/alcunha. O autor do “Sim à vida” aparentemente escrevera apenas aquela frase, não reincidira noutra obra, nem assinara o nome.
Com o iPhone fotografou a frase na parede. Elegeu-a como o título e o rumo do que pretendia, uma crónica da vida, resposta à questão sobre continuar vivo. Sim!


Post - livros 2018 (56) O Boss de Vi Keeland

Autora: Vi Keeland
ISBN: 9789898869197
Edição ou reimpressão: 07-2017
Editor: TopSeller
Páginas: 320

Sinopse:
Quando o teu patrão é convencido, mas sedutor, arrogante, mas sensual, irritante, mas irresistível, o resultado só pode ser um... horas extra... ordinárias.
Estás no primeiro encontro com um homem para lá de aborrecido. O que é que fazes? Finges ir à casa de banho, ligas à tua amiga e pedes-lhe que te ligue de volta, fingindo uma emergência que te tire dali, certo? Foi o que fiz. Até porque era mesmo uma emergência… Mas um 

Post 28, 29 e 30 de Julho de 2018 (Sábado, Domingo e Segunda-feira)


Frango de fricassé (receita repetida)
Numa panela bacon a derreter, manteiga, pedaços de frango, água, sal, pimenta, salsa cortada na altura a cozer em lume brando; misturar bem uma gema de ovo com meio de limão juntar e meia colher de farina maizena para engrossar o molho

 1ª tentativa de quiche
- Numa panela a cozer com água e sal pedacinhos de cenoura e de alho francês;
- Noutra panela pedaços de bacon, depois retirados, azeite e espinafres para saltear aos quais depois juntei quadrados de queijo - Terra Nostra e Feta - e de fiambre, os pedacinhos de cenoura e do alho francês já cozidos; numa tijela misturar três ovos com pacote de natas e um pouco de sal e pimenta; misturar tudo;
- No pirex depois de untado com manteiga esteendi a massa quebrada; para lá preparado da panela e cobrir com queijo para gratinar;

Empadão de carne:
- Ao que sobrou da carne assada no forno juntar um pouco de salpicão, de bacon e de linguiça e cenoura raspada e vai tudo para panela com cebola e alho picados, azeite e tomate triturado;
- Cozer batatas em água com sal, passadas para puré juntar manteiga, noz moscada e cravinho em pó;
- Pirex, 1º puré, depois o preparado da carne, de novo puré, e por cima, depois de bem misturado ovo e um pouco de queijo para gratinar;

Post em construção de Sexta-feira, 27.7.18

(risotto de bacon e cogumelos)
(entradas com patê - maionese, delícias do mar e picles - chourição e camarões)


Post em construção de de Quinta-feira, 26.7.18

(lombinho de peru assado no forno)
(pão de ló)


(arroz de tomate com cenoura, ervilhas e bacon)

Post.



Para E que confundiu o meu nome durante algum tempo fui Gisela

.

Post... - Hoje no Google



Na Wikipédia
O monte Olimpo é a mais alta montanha da Grécia, com 2 917 metros de altitude máxima e 2 355 m de proeminência topográfica. É uma das mais altas montanhas da Grécia, em altitude absoluta da base até o topo.
Altitude: 2 918 m
Primeira ascensão: 2 de Agosto de 1913