sábado, dezembro 20, 2014

Post 4406 Posso ainda não ter conseguido nenhum iogurte grátis

Mas, já recebi um email-postal de Natal da Danone :)



Post 4405 Novo Desafio de Escrita

Novo trabalho colectivo da Pastelaria Studios Editora, A Mulher do Próximo

Visto aqui

"SEM BARREIRAS – SEM TABUS
Escrever sobre “a mulher do próximo” é um desafio sem limites.
O que vos pedimos?
Histórias que envolvam “a mulher do próximo” na sua máxima expressão.
Com erotismo, ou sem ele
Com desejo, ou sem ele
SEM BARREIRAS – SEM TABUS
Quem não viveu – sonhou - contou ou ouviu uma história com ...
“a mulher do próximo”?
- de qualquer “próximo”
Quem já desejou a mulher do próximo?
Quem nunca a desejou?
Quem mataria a “mulher do próximo” ?
Quem a amaria?
Será a “mulher do próximo” uma serpente envolta num manto de puro branco?
“A mulher do próximo” – histórias de paixão – de ciúme – de desejo – de desespero…
E porque não – de AMOR!
Porque todas as vossas histórias que nos falem “da mulher do próximo” serão cheias de verdades e in-verdades .
Estamos curiosos!
AO TRABALHO
Porque a imaginação e a vossa criatividade não tem fim e, por aqui, nunca será limitada.
REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO
só serão aceites os trabalhos com as normas referidas:
A Colectânea reunirá manuscritos de autores de expressão Lusófona.
A selecção de trabalhos enviados será efectuada pelo departamento editorial da Pastelaria Studios Editora – Grupo Múltiplas Histórias.
Passos para a participação:
- Cada participante deverá enviar uma breve nota de apresentação, e-mail e contacto telefónico.
- A data limite para envio dos trabalhos para participação é o dia 18 de Janeiro de 2015
- Todos os passos efectuados na produção deste trabalho colectivo serão comunicados aos intervenientes.
- Os vossos contos/trabalhos deverão ser digitados em word, em Times New Roman, 12pp e enviados por e-mail:
pastelarialivros@gmail.com
- com a referência – " a mulher do próximo"
- A vossa história terá que ser enviada em formato Word, não serão aceites outros formatos de apresentação.
- Tamanho: 6 Páginas A4.
(todas histórias terão que ter (aproximadamente) este tamanho, queremos pequenos contos… e uma colectânea com a vossa qualidade)
- Não existe qualquer obrigatoriedade de adoptar o Acordo Ortográfico.
- Não existe qualquer pagamento de inscrição.
- Os autores seleccionados deverão adquirir 2 (dois) exemplares da obra finalizada.
- Os autores poderão adquirir todos exemplares que pretenderem, sempre com desconto de 15% sobre o PVP.
- O preço de venda ao público (PVP) da obra, bem como o preço para o autor, será definido pela Pastelaria Studios Editora, tendo em conta o número de páginas da obra editada.
- A Pastelaria Studios Editora não reserva a exclusividade ou os direitos dos trabalhos editados.
Os Autores não cedem os direitos de Autora à editora, podendo utilizar o trabalho editado noutras edições que julguem pertinentes. Por esse motivo será efectuado um desconto de 15% em todos os exemplares adquiridos pelos Autores deste trabalho colectivo. (não faria sentido se assim não fosse)
Esperamos as vossas Histórias – as que falam “da mulher do próximo”!
Ao trabalho! Porque escrever é trabalho!
Dando asas a toda a vossa criatividade!
Bem vindos
Teresa Maria Queiroz - Editora - Grupo Múltiplas Histórias"

sexta-feira, dezembro 19, 2014

Post 4404 Natal

Entre os sms de publicidade que pipocam a cada momento em telemóvel:

"25% DE DESCONTO no seu produto preferido.
Até 24/12/2014.
Não acumulável com outras promos.
Codigo 316983"

Só. Mais nada. Não faço ideia de quem o envia, ou qual poderá ser o meu produto preferido que podia adquirir com 25% de desconto :(

Post 4402 Quinta-feira, 18.12.14

Depois do almoço com colegas e amigos, também um jantar especial (embora com muito barulho animação) Fotografias, pelo Porto, com muito trânsito, até ao Mineirão no Cais de Gaia.








Post 4401 Recebido por email da Bertrand


Post 4400 - Recebido por email da Almedina

quinta-feira, dezembro 18, 2014

Post 4399 Quinta-feira, 18.12.14

Almoço de Natal com colegas e amigos e recebi duas prendas de Natal, um ramo de rosas lindíssimo e um livro (Stoner de John Williams - como foi oferecido também não colide com decisão de não arranjar mesmo nem mais um livro).



Post 4398

Mensagem da Wook.pt: foi hoje remetida a minha encomenda

1 / A Amante Inglesa / 5,24€ (Enviado)
1 / A Imagem Pública / 5,24€ (Enviado)
1 / Alguns Poemas de Natal e... Outros / 2,22€ (Enviado)
1 / Eu, Ross Pynn / 0,80€ (Enviado)
1 / O Mistério da Casa de Campo / 0,80€ (Enviado)
1 / Experiências Descritivas. Dos Sentidos das Coisa...  / 3,12€ (Enviado)
1 / Deslizamento / 2,40€ (Enviado)
1 / O Assalto / 2,86€ (Enviado)
1 / V.                                  / 0,80€ (Enviado)


Como fiz encomenda antes de Post anterior nº....., não colide com decisão de não arranjar mesmo nem mais um livro.

quarta-feira, dezembro 17, 2014

Post 4397 Quarta-feira, 17.12.14

Natal é meia fatia dourada ou meia rabanada.

Também estou a tentar ter espírito de Natal na condução:
a) deixar que se metam os carros sem prioridade;
b) não me importar com os que estão atrás de mim sem espírito de Natal e me buzinam por ter deixado meter os que não tinham prioridade;
c)  não buzinar àqueles que se metem, mesmo sem eu deixar;

Post 4396 Pela blogosfera

Depois de ler sobre pacotes aqui, no blogue linda porca, e no blogue Crónicas de um blogue anunciado, aqui, hoje recebi um pacote com livros da Presença. Queria tê-lo fotografado, mas tive de rasgar rapidamente o embrulho para confirmar que continha todos os livros que encomendei por metade do preço (tenho de me lembrar de não arranjar mesmo nem mais um livro).

Post 4395 - Livros 2014 (100) Celestial de Cynthia Hand

Celestial de Cynthia Hand



Resumo no site da Fnac, aqui "Clara Gardner descobriu há pouco tempo que é uma sangue-de-anjo. Ter sangue de anjo a correr-lhe nas veias, faz com que fique mais inteligente, mais forte e mais rápida do que os humanos. Significa também, que tem um propósito. Uma razão para ter sido colocada na terra. (...)."

segunda-feira, dezembro 15, 2014

Post 4393 Apresentação do Livro - Segunda-feira, 15.12.14

Apresentação do livro Crónicas das minhas teclas de Henrique Antunes Ferreira do blogue A minha Travessa do Ferreira à venda na Unicepe e em outras livrarias


Reportagem fotográfica:
Perto da UNICEPE





Gostei muito desta apresentação de livro por ter parecido mais um encontro de amigos que se juntaram para assinalar a edição do livro, mas também para relembrar outros tempos e histórias.
Pude lá conhecer o autor em pessoa, reencontrar o Rui do blogue Coisas da Fonte e beber um cálice de Porto para aquecer.
Na saída, já com o meu livrinho com um autógrafo, uma noite linda e fria.




Post 4392 Livros Oportunidades

Com as Revistas Visão, Caras, TV Mais e o Expresso, por 4,95 € cada um:
- As Sábias de Roger R. Talbot;
- A Eternidade e o Desejo de Inês Pedrosa;
- Antologia do Humor Português de Nuno Artur Silva, V.A. e Inês Fonseca Santos;
- Easy Money de Jens Lapidus;
- Roubo de Peter Carey;
- Em Território Pirata de Michael Crichton;
- Um Dia de Cólera de Arturo Pérez-Reverte;
- Niassa de Francisco Camacho;
- A Jóia de Medina de Sherry Jones;
- Oriente Distante de Joaquim Magalhães de Castro
- Dicionário Escolar Ilustrado Português;
- Dicionário Escolar Ilustrado;
(alguns podem ficar mais baratos na Fnac, por 4,90 ou 4,41 € se se for aderente).

Post 4391 Praça Velasquez

Imagem retirada de aqui


domingo, dezembro 14, 2014

Post 4390 Pela blogosfera

Blogues especiais que descobri recentemente:

Pelo sentido de humor:
linda porca ou http://lindaporcaoucheirodeestrume.blogspot.pt/

Por escrever muito bem:
Desconversando... ou http://conversa.blogs.sapo.pt/

Post 4388 Sexta-feira, 12.12.14 - Cinema

Os Jogos da Fome, The Hunger Games: A Revolta - Parte 1, de Francis Lawrence, com Jenifer Lawrence, Liam Hemsworth, Josh Hutcherson, Philip Seymour, Donald Sutherland, Julianne Moore, Elizabeth Banks, woody Harrelson e Stanley Tucci.




Post 4389 Livros 2014 (99) Taming a Tycoon de Leigh Michaels

Taming a Tycoon de Leigh Michaels




sábado, dezembro 13, 2014

Post 4387 História de Natal verdadeira

Há muitos anos quando a minha mãe era  criança, vivia em Lisboa  num prédio com porteiros e era Natal. A minha avó arranjou um peru vivo para a ceia, mas ninguém tinha coragem para lhe cortar a cabeça. Assim, foram pedir o favor ao porteiro. Deixaram-no na cozinha com o peru, uma garrafa de aguardente para embebedar antes o pobre peru e refugiaram-se no quarto mais longe da cozinha. Esperaram, esperaram e nada. A minha avó foi espreitar pelo corredor, não ouviu nada e voltou para trás, até que a certa altura, decidiram que já tinham esperado de mais. Foram até à cozinha e encontraram a garrafa de aguardente quase vazia, o peru a passear por lá pacificamente e o porteiro embriagado com a aguardente...

Post 4386 Apresentação de livro!

Recapitulando, será na próxima segunda- feira a apresentação do livro Crónicas das minhas teclas de Henrique Antunes Ferreira do blogue A minha Travessa do Ferreira, pelas 18.00 horas, na Livraria Unicepe - Cooperativa Livreira dos Estudantes do Porto, na Praça de Carlos Alberto, nº 128º-A.

sexta-feira, dezembro 12, 2014

Post 4385 Recebido por email da Almedina

20% de desconto em todos os livros

Post 4384 - Porto, Sexta-feira, 12.12.14

Com a aproximação do Natal aumenta o trânsito e diminui a paciência de alguns condutores. Muitas pessoas pelas ruas e nas lojas, montras com enfeites natalícios, prendas embrulhadas em papéis coloridos. Chuva molha-tolos, ar frio, um pouco aquecido com o cheiro de castanhas assadas na esquina onde está um vendedor.

Post 4382 Recebido por email da Presença.pt

Entregas grátis em 48 horas!

Post 4381 Recebido por email da Bertrand

Post 4380 Natal

Em cidade local de trabalho, decoram-se as rotundas pelo Natal (não sei se são as diferentes escolas que se ocupam, cada uma, da sua rotunda). Reparei primeiro na que fica próxima de restaurante churrascaria, e lembrou-me um bolo de aniversário, com os algarismos "25" como velas, e na seguinte encontravam-se violinos ou violoncelos gigantes (como estava a conduzir não deu para fotografar).

quinta-feira, dezembro 11, 2014

Post 4379 Quinta-feira, 11.12.14

E hoje, para não variar, resolvi aproveitar a hora do almoço para ir ao Correio.
Por lá não tinham uma árvore de Natal ou eu é que não a vi porque fiquei centrada nos livros (acho óptimo que tenham passado a vender livros nos Correios e às vezes até têm mini feiras).
Para não variar também, enquanto via os livros, ia assistindo ao que se passava em redor.
Uma senhora veio reclamar dizendo ter chegado antes de outras duas a que a máquina teria dado senhas com números inferiores. Estas duas peremptoriamente afirmaram que já lá estavam quando ela chegou, duas funcionárias comentaram que era a máquina que dava as senhas por ordem e ficou tudo por ali.
A funcionária a que me dirigi, ajudou primeiro uma senhora que queria enviar uma encomenda de chocolates para o filho, na Suíça, arranjando-lhe a caixa certa e garantindo-lhe que chegariam antes do Natal (e lembrei-me depois dos chocolates que vêm da Suíça; será que os que a mãe enviava ao filho eram portugueses?).
Apesar da sala cheia, estavam muitos a atender e não tive sequer tempo para iniciar a leitura de algum dos livros por lá expostos (chamou-me a atenção um livro de poesia de Manuel Alegre que não tenho ideia de ter visto antes, sobre o Portugal do 25 de Abril, na capa aparecia o aparo de uma caneta).

Post 4378 Quarta-feira, 10.12.14

Em cidade local de trabalho passei pelo Tribunal e por Repartição de Finanças e nos dois, encontramos agora árvores de Natal. Fui à Repartição na hora do almoço, e levei comigo um livro do qual pude ler algumas páginas enquanto esperava e também reparava na diversidade das pessoas ao meu redor.
Uma senhora reclamava que nunca mais era a sua vez. Tinha um ticket com dois números que foram sucessivamente chamados sem que ela se apercebesse. Uma das funcionárias desconfiou da reclamação, pediu para ver o seu ticket e desvendou o ocorrido, remetendo para o colega que também frisou de uma forma até simpática que ela reclamava sem reparar que afinal tinha era de avançar para ser atendida.
Um senhor de alguma idade entrou para pagar o imposto do carro e foi prontamente ajudado por duas senhoras, quer quanto ao ticket que tinha de tirar, quer quanto ao quadro, com a letra e números para o qual deveria olhar.
Antes, comecei a ouvir passarinhos a chilrear para descobrir que era o toque de telemóvel de uma senhora e logo a seguir tocou a a música "Tu vuò fà l'americano", do telemóvel de um senhor com um casaco reflector de trabalho que se apressou a sair para atender lá fora a chamada.