terça-feira, abril 07, 2020

Post 7423 - Cinema - divulgação

Fiquei a saber através do blogue Olá Mariana que a Medeia está a disponibilizar três filmes por semana, ver AQUI
e no seu site AQUI

Post 7422

Carrinho parado demasiado tempo, bateria kaput :(

Post 7421

Depois de em breve saída para comprar alimentos ter constatado como há poucos carros a circular e muitos lugares para estacionar conclui que agora é que seria uma boa altura para se ter aulas de condução...mas seria preciso uma barreira entre o instruendo e o instrutor...

segunda-feira, abril 06, 2020

Post 7420 - CNEC 18/20 - 4/10 A mensagem




Primeiro era só uma suspeita.
O dinheiro era pouco e tinha tido de alugar um quarto. Passara a ter um hóspede. Recomendara-lhe que dissesse aos vizinhos que era seu primo. Não podia dar motivo ao senhorio para a despejar e sabia que não podia sub-locar. Estava lá escrito no contrato. Nunca antes vivera com um estranho. Preferiria que fosse uma mulher. Mas quando se precisa não se pode escolher.
Ele dissera-lhe que trabalhava numa empresa. Divorciara-se recentemente e a mulher ficara com a casa. Era muito fechado excepto quando falava na ex-mulher: “Ela nunca trabalhou, só gastava o dinheiro dele e com outros homens.” Pingava ódio das suas palavras, os olhos ficavam-lhe mais brilhantes e pequenos atrás das lentes grossas.
Veio então a noite em que chegou muito tarde, quando ela já estava deitada. Ouviu‑o a lavar-se e a pôr de seguida a roupa que trazia na máquina de lavar. Na manhã seguinte comentou, melhor, determinou, que a partir dali ela não entrava mais no quarto dele, seria ele a limpar o quarto. Para se assegurar, fechava-o à chave quando saía.
Sobre a ex não disse mais nada, além de que desaparecera. E disse-o com um meio sorriso.
Ele não sabia que ela tinha outra chave e um dia não resistiu. Quando ele saiu para o trabalho foi lá. Parecia tudo em ordem, até que reparou que havia sangue nuns sapatos dele. Ele tinha morto a ex-mulher!
Nessa altura ouviu que ele regressava, ter-se-ia esquecido de alguma coisa. Não ia ter tempo de sair.
O bip de uma mensagem fê-lo parar na entrada e ele ir vê-la, deu‑lhe o tempo que precisava para sair e fechar a porta do quarto.
Também por mensagem chamou ela a polícia e fugiu da sua casa até que o prenderam.
Hóspedes assim nunca mais.


domingo, abril 05, 2020

Post 7419 - Domingo, 5.4.2020

Chuva lá fora, net a cair, continuo com o Duolingo, ontem a tentar aprender um pouco de polaco, relembrar o pouco de alemão, e hoje com o hawaiano (estou numa luta com o/a cXTw11 (Юлия) mas ele/a está a ganhar, ainda não escrevi o 4º texto para o Campeonato de Escrita e o prazo termina hoje (tentei mais uma empurrar para irmãs e N, sem resultado, a ideia de que somos uma equipe não foi recebida), e a pensar numa nova entrada para o jantar.

sábado, abril 04, 2020

Post 7418 - Hoje no Google


Post 7417 - Sexta-feira, 3 de Abril


Cartaz do Filme

Freaks

Título original:
Freaks
De:
Zach LipovskyAdam B. Stein
Com:
Emile HirschBruce DernLexy Kolker
Género:
Drama, Thriller
Outros dados:
EUA/CAN, 2018, Cores, 104 min.
Chloe, de sete anos, vive com o pai, enclausurada entre as quatro paredes de uma casa decrépita. O que mais deseja é sair e conhecer o mundo lá fora. Quando finalmente consegue escapar à supervisão obsessiva do progenitor, a menina vai conhecer o senhor Snowcone, que lhe mostrará um lugar cheio de perigosos mistérios e segredos por desvendar.
Estreado no Festival de Cinema de Toronto, um "thriller" de ficção científica realizado, escrito e produzido por Zach Lipovsky e Adam B. Stein. Com a pequena Lexy Kolker como protagonista, conta ainda com os desempenhos de Emile Hirsch, Bruce Dern, Grace Park e Amanda Crew, entre outros. PÚBLICO




Post 7416 - Livros 2020 (24) Insatiable de Melanie Harlow

Insatiable de Melanie Harlow


Insatiable: Cloverleigh Farms Series



quinta-feira, abril 02, 2020

Post 7415 - Receita: Tripas à moda do Porto sem tripas (porque afinal nasci em Lisboa) ou Quase-tripas à moda da dona-redonda

- Refogado ou estrugido: cebola e alho picados e azeite;
- Bocadinhos de carne de vaca e de dois bifes de frango, bacon e rodelas de chouriço, rodelas de cenoura;
- Vinho Branco;
- Um pouco de tomate triturado;
- Sal, folha de louro, piri-piri, uma colher de pimentão doce, uma colher de cominhos em pó;
- Tudo a cozer em "lume" brando;
- Feijão Branco

- Arroz lavado cinco vezes;
- Panela com água a ferver e sal;
- Quando o arroz estiver cozido, escoamos a água e juntamos manteiga;



Post 7414

Estive a ver as Estatísticas (pode ter passado despercebido mas agora tenho mais tempo para andar aqui pela blogosfera e também para tentar aprender outras línguas no Duolingo) e o Turcomenistão ou Tturquemenos ou alguém que esteja lá, continua aqui em força!
Lá fala-se o Turcomeno.

Imaginei que pudesse ter algo a ver com o Turco - que se pode aprender no Duolingo
até que encontrei isto na Wikipédia:

"Língua turcomena (Türkmençe, sem formas plausíveis de escrever a pronunciação) é um idioma urálico-altaico (ou seja, com alto grau de ureia em sua composição) falado, talvez, no Turcomenistão. Engana-se quem acha que seja uma fusão entre o turco e o armeno, não há nada bizarro no mundo que possa ser usado como comparação ao idioma turcomeno.


Como toda história do idioma turcomeno está escrito em turcomeno, qualquer análise histórica dessa língua é mera conjectura. O único fato relevante que os historiadores e linguístas sabem do turcomeno é que não existe palavras cruzadas para o idioma turcomeno, pois não existem revistinhas grandes o bastante para as palavras turcomenas, e também que o objetivo desse tipo de entretenimento não deveria ser causar câimbra e gangrena no pulso por esforço repetitivo em escrever letras "Y".

Gramática[editar]

Este idioma é a coisa mais medonha que se tem notícia. Pegue por exemplo a inocente frase turcomena: "Milli Galkynys hereketinin we Yasulular maslahatynyn bilelikdaki Mejlisi Saparmyrat Turkmenbasyny Turkmenistanyn omurlik Prezidenti diyip yglan edilyar." Se você ficou com medo só de ler, não queira saber como se pronuncia isso, qualquer um diria que seu interlocutor está engasgado com um chiclete grudado em sua laringe obstruindo a passagem do ar tolhendo=-lhe o fôlego e agora ele agoniza indefeso diante de uma inevitável morte por asfixia, mas não, ele só está apenas pedindo um copo de leite de camela emprestado.
Sem falar que no turcomeno a mesma palavra para "sim" pode equivaler para "não", e as vezes também até para "olá", dependendo do contexto e da entonação. Por isso que na prática todos usam o idioma russo na hora de afirmar ou negar algo.

Alfabeto[editar]

Nem os turcomenos sabem dizer direito que diabos de alfabeto eles usam. É uma espécie de alfabeto latino com alguns desenhos do cirílico e outras coisas inventadas por Saparmyrat Nyýazow (o inventor e dono desse idioma) como os caracteres bizarros $, &, 󦻳, "

Cquote1.png Nji yylyn mayynda Dunya turkmenlerinin gumanitar birlesiginin prezidentligine saylanyldy. Cquote2.png
Antiga piada turcomena
Saberá alguém traduzir esta piada turcomena?

Post 7413

.
Não achava que o fosse, mas começo a pensar que poderei ser ligeiramente hipocondríaca.
- Estive a comer um pãozinho com excesso de sal e comecei logo a pensar se poderia ser um sintoma, tive de comer outro para perceber que no primeiro se teriam enganado no sal;
- Quando cozinho estou sempre a testar se consigo sentir os diferentes aromas;
.

Post 7412 - Desafio dos Pássaros 2.9 - Tive uma ideia

Tive uma ideia
(mini-mini texto com memórias)

Quando eu era criança, uma vez fui ver com a minha mãe a definição de "Idiota" num Dicionário e, entre outras, estava lá: "alguém que tem muitas ideias".
Tornou-se depois algo entre nós, se eu dissesse que tinha tido uma ideia ou alguém o dissesse, responder-se que era muito idiota, brincando com o outro sentido.


Post 7411 - Incrível

.
Já não entro numa livraria para aí há duas semanas!
.

quarta-feira, abril 01, 2020

Post 9810

.
Desde que estou em isolamento já li 126 livros...
.

terça-feira, março 31, 2020

segunda-feira, março 30, 2020

Post 7408 - Ebook grátis

Visto no blogue Malomil AQUI



Cristóvam - Andrà Tutto Bene

Acabei de ver na televisão e como fez a Marina do blogue Live Your Dream de que sou seguidora,  aqui também o quis partilhar


La banana (el único fruto del amor) - Ben Sa Tumba y su Orquesta

Música para ouvirmos enquanto comemos uma fatia do bolo de banana com a receita no post anterior:

Post 7405 - Receita, bolo de banana

Como sobrou um pouco de leite do pequeno almoço e tínhamos também algumas bananas a ficarem mais maduras, tive a ideia de fazermos um bolo de banana e fui procurar receitas no Google:
- meio copo de leite frio;
- mais ou menos o equivalente a meia xícara com manteiga;
- parecido de farinha de milho Maisena (deveria ser o dobro em farinha de trigo, esqueci-me, mas ficou bom na mesma) e de açúcar;
- 2 ovos;
- 2 bananas esmagadas;
- uma colher de fermento;
Misturamos tudo e vai para uma forma untada com manteiga, açúcar e canela e forno a 180º depois 150º durante meia hora;


E. gravou vídeo com telemóvel de nós a fazermos o bolo - estas são as minhas mãos a começar a esmagar a banana - e colocou-lhe a música "E la banana" - enviou-me o vídeo mas não sei ainda como colocá-lo em blogue.

Post 7404 - Série na televisão

Atlantis

Post 7403 - CNEC 48/20 - 3/10 A Professora





Gémea da feiticeira da Branca Neve, não da bruxa, mas da rainha madrasta, na beleza e severidade. Não sorria, não revelava qualquer enternecimento pelas ervilhas a seu cargo. A sala dividida para a 1ª e para a 2ª classes, num Colégio de Padres, reguadas permitidas, e a ameaça de ser levado ao sério-severo Padre-director para os reincidentes impenitentes.
Não tive infantil, por minha culpa – com dois anos insistiu a Educadora que poderia ficar com a minha irmã de cinco. Desatei num choro mal me vi abandonada. Deixou‑me à porta para dar a aula e fechei-os à chave na sala. Um aluno herói teve de pular pela janela para os libertar. Na saída, a Educadora concordou com a minha mãe, eu era muito pequena.
Aos seis, estava entusiasmada com a primeira classe. Finalmente ia aprender a ler e a escrever: pá, pé, piu, pua, pipa, pópó, pai e papá, a tia, tua tia, titi, a tia tapa o pote.
Aventuras sucessivas e intensidade face ao hoje descolorido, mas serão mais fáceis os dias com menos variações.
No então, castigava a Professora cada erro do ditado com uma reguada. Na sala o Nuno triste levava às vezes vinte, o Mário sorridente, nenhuma.
Ensinou-me a Paula como escapar à hora da tabuada. Já sabia até à dos cinco, mas seria uma aventura. Era só preciso antes pedir para ir à casa de banho. Pedimos as duas, fugimos as duas. Enganámos a bruxa-feiticeira, mas lá fora, sozinhas, nada acontecia.
Talvez fosse só professora, rodeada de bruxinhos alunos, barulhentos, infantis, a repetirem os erros uns dos outros, ano após ano, monotonia e cinzentismo, não era o que esperara, feiticeira desencantada.
Com ela aprendi a escrever e a ler, primeiro as legendas na televisão, depois os livros, os cinco e os sete e todos os outros.

  

sábado, março 28, 2020

Post 7402 - Sexta-feira, 27.3.20

Bloodshot de Dave Wilson, com Vin Diesel, Eliza Gonzalez, Sam Heughan



 Bloodshot


Post 7401 - Livros 2020 (23) A Menina das Estrelas de Jerry Spinelli

A Menina das Estrelas de Jerry Spinelli 
A Extraordinária Garota Chamada EstrelaBertrand.pt - A Menina das Estrelas





Sinopse no site da Bertrand
"Descrito como um conto de fadas moderno, este livro revela-nos Stargirl, a menina sonhadora, irreverente e espontânea, livre nas acções e pensamentos que irradia alegria por onde passa. Nova na escola é o centro das atenções pela exuberância que a distingue. Confusos pelos excêntricos comportamentos, mas simultaneamente fascinados com a contagiante boa-disposição que deixa em todas as pessoas, os colegas ignoram-na, mas com o tempo aprendem a aceitá-la. Na verdade, Stargirl parece vinda de outro planeta: dança quando não há música, ri-se do que não tem piada, canta os parabéns no refeitório quando alguém faz anos e não dispensa o seu rato de estimação. Apesar de não ter amigos é a pessoa mais amigável da escola. Na verdade, prefere virar as costas à popularidade e aprovação dos outros e apostar nas suas convicções. O resultado é um romance que nos alerta sobre a importância de sermos nós proprios, acreditarmos nisso e afirmarmos sem receio a singularidade que nos caracteriza."
Ver mais aqui ou em:

Gostei do livro e o final possibilita uma interpretação de acordo com o que prefiro para livros assim.
Ainda não vi o filme,

quinta-feira, março 26, 2020

Post 7400 - Receita, vitela assada com arroz no forno

Vitela assada
- Lavamos a vitela e damos-lhe uns golpes e vai para o pirex em cima de rodelas de cebola, com um pouco de margarina em cima;
- Preparamos molho com vinho branco, alho picado, sal, pimenta, pimentão doce, tomilho e folha de louro que vai para cima da vitela e fica a marinar vinte minutos (ou mais);
- Rodeamos com batatas, regamos com azeite, e vai para o forno;
Arroz no forno:
- estrugido ou refogado com cebola e alho picados, azeite e um pouco de chouriço, deitamos o arroz, deixa-mo-lo fritar um pouco, juntamos água, uma colher de café de açafrão e sal; quando o arroz  já estiver cozido vai para mini-pirex com rodelas de chouriço sem pele e para o forno;
(também na fotografia sopa de nabiças - para panela vai abóbora, cenoura, courgete, nabo, cebola, couve flor, alho francês, água - varinha mágica - azeite, sal e nabiças).



Nos dias anteriores
No dia 22 de Março, quiche de salmão:
- estrugido, cebola, alho, azeite, com pedacinho de salmão e sal, juntamos batata cozida em água e sal em pedacinhos, bacon, cenoura raspada, queijo, dois ovos e natas e vai para o forno em pirex untado com manteiga e massa folhada e coberto com queijo:


- No dia 23 de Março, lombo de porco assado, parecido com a vitela, mas em vez de margarina e tomilho, banha de porco e massa de pimentão e arroz simples em estrugido com cebola e alho picado e azeite, e ao assado juntamos também castanhas (das congeladas e já descascadas):

quarta-feira, março 25, 2020

Post 7399 - Pela blogosfera, livros-ebooks grátis

.
Ver aqui no blogue Viajar pela Leitura
.

Post 7398

E por causa do último post no blogue Salsicha não te desgraces estive a procurar no Google e encontrei um site para descobrirmos qual é a nossa personalidade, aqui ou em https://blog.runrun.it/teste-eneagrama/


Qual terá sido a minha?
Resultado: Pacifista, PreservacionistaComo a própria palavra já diz, o tipo nove é um sujeito que busca a paz, a resolução dos conflitos, das discórdias e das discordâncias. A sua grande tendência é a de buscar e criar a união entre as pessoas.Frase: “Estou em paz”.

E qual é a vossa?

Obrigada Elvira do blogue Sexta-feira ou https://6feira.blogspot.com/
E Cidália do blogue Coisas da Vida ou http://coisasdeumavida172.blogspot.com/ por participarem
.

terça-feira, março 24, 2020

Post 7397 - Pela blogosfera

Post 7396 - Cinema na televisão

Orgulho e Preconceito e Zombies de Burr Steers, com Lily James, Sam Riley, Bella Heathcote, baseado no livro com o mesmo título de Seth Grahame-Smith

orgulho


Em nome do Amor (How I Live Now) de Kevin Macdonald, com Saoirse Ronan, Tom Holland, George MacKay, baseado no livro de Meg Rosoff

 How I Live Now
How I Live Now (2013) dir. Kevin Macdonald









segunda-feira, março 23, 2020

Post 7395 - Cinema na televisão


Cartaz do Filme

Uma Traição Necessária (Red Joan) de Trevor Nunn, com Alfie Allen, Kim Allen, Stephen Boxer, Judi Dench, Stephen Campbell Moore, Sophie Cookson, Tom Hughes, Bem Miles, Nina Sosanya e Teresa Srbova
argumento de Lindsay Shapero, tem por base o livro com o mesmo título em que a escritora Jennie Rooney conta a história de Melita Stedman Norwood (1912-2005).


"Em 1938, Joan Stanley (Judi Dench) era uma estudante de física na Universidade de Cambridge. Apaixonada po rum colega com ligações ao comunismo recusou ser recrutada pelo KGB mas para garantia que todos partilhavam conhecimento e manter a Paz facultou-lhes os planos que permitiriam que desenvolvem a Bomba Atómica. Já de idade avançada é descoberta pelo M15 e detida para interrogatório. "



Post 7394

Agora que ando mais aqui pela blogosfera, será que alguém sabe se é possível desenharmos neste espaço?

Estive a pensar em fazer um desenho sobre o antes e o depois.
No antes, ver-se-ia as pessoas a entrarem triste para os prédios e a ficarem fechadas em casa sozinhas com os seus enlatados.
No depois, ver-se-ia uma multidão de gordinhos felizes (depois de comermos os enlatados sem fazermos exercícios) a sairmos todos juntos dos prédios.

Post 7392 - CNEC 48/20 - 2/10 - Com o PD




O mundo estava a passar por uma pandemia e fora deliberado o isolamento social para conter a contaminação e adiar o surgimento de casos mais graves.
Os mais frágeis deveriam ficar em casa. Os demais, sem trabalhos na saúde ou na alimentação aí deveriam permanecer, saindo apenas para comprar alimentos.
Sara tinha reservas de comida e de papel higiénico, e estava em casa sem sair há três dias, quando pensou que deveria comprar enlatados.
No entanto, no seu T1 de trinta metros quadrados, faltava espaço para os guardar.
Calhou reparar então nas garrafas de vinho que o seu ex deixara para trás quando resolvera juntar-se à amante. Prometera-lhe que os viria buscar e ela não duvidara sabendo como ele acarinhava a sua coleção, o tempo que passava a olhar para as garrafas, sendo que só em ocasiões muito especiais, é que abria uma. Comprara para as guardar um armário especial onde ficariam muito bem latas de salsichas e feijão.
Ainda pensou em ligar-lhe, mas sabia qual seria a resposta e se ele atendesse. Iria adiar, não se atreveria a sair para vir buscar as garrafas. Seria melhor nem falar com ele. Custou-lhe abrir a primeira garrafa e despejar o seu conteúdo na banca. Continuou a fazê‑lo e talvez algum do álcool tivesse vindo preencher e desinfectar o ar à sua volta – cheirava muito a vinho. Resolveu provar um copinho de cada.
Abria, enchia o copinho, bebia-o, tentando comparar com o anterior, despejava o resto do conteúdo e passava para a garrafa seguinte. Era até divertido. Riu-se. Percebeu então que não estava sozinha. Bem de mansinho o Pato Donald tinha entrado na cozinha e sentara-se num banquinho ao seu lado. Ofereceu-lhe um copinho, contou-lhe como fora a sua personagem preferida. Riram os dois contentes com a companhia.
Resolveu deitar-se e adormeceu.

domingo, março 22, 2020

Post 7392

A acreditar nas estatísticas do Blogspot.com hoje este blogue teve várias visualizações do Turcomenistão
Não faço a menor ideia porquê.
Olhemos para a Wikipédia:
O Turquemenistão ou Turcomenistão é um país situado na Ásia Central. Faz fronteira com o Cazaquistão a noroeste, Uzbequistão a nordeste e leste, Afeganistão a sudeste, Irã ao sul e sudoeste, e o Mar Cáspio a oeste. Wikipédia
Moedamanat turcomeno
Língua oficialturcomano
Suspeito que a ser verdade, ter-se-ão enganado.