quinta-feira, abril 27, 2017

Post 6178 Hoje no Google

na Wikipedia
"Theodor Severin Kittelsen (27 April 1857 – 21 January 1914) was a Norwegian artist. He is one of the most popular artists in Norway. Kittelsen became famous for his nature paintings, as well as for his illustrations of fairy tales and legends, especially of trolls."

Resultado de imagem para Theodor Kittelsen

Imagem relacionada

Resultado de imagem para Theodor Kittelsen


Resultado de imagem para Theodor Kittelsen

quarta-feira, abril 26, 2017

Post 6177 Hoje no Google

Post 6176

Hoje no caminho para cidade local de trabalho fui possuída pelo espírito do condutor tolerante e simpático: deixei que todos se metessem à minha frente, apesar de não terem prioridade, inclusive, em momentos diferentes, dois camiões (atrás de mim, a certa altura, pareceu-me que seguia um condutor possuído pelo espírito do condutor exasperado por o condutor do veículo à sua frente ter deixado que se metesse um camião).

Post 6175 E no dia 25 de Abril

No início da tarde consegui aproveitar o desconto do Pingo Doce em bolachas e à noite o do Continente de 15% em vários géneros alimentícios importantes como filipinos...

segunda-feira, abril 24, 2017

Post 61754 - Desafio de Escrita 5/10 Poema para Elisa

No seu sonho despertava numa floresta, rodeado de árvores sombrias. Ao seu redor não via nenhum caminho.
A vegetação era tão densa que mal conseguia ver o céu que adivinhava cinzento. Começou então a chover e a trovejar. Sabia-se perdido e acordou em sobressalto.
Demorou alguns instantes até reconhecer onde se encontrava, no seu quarto, na sua cama.
Para distanciar-se mais do sonho levantou-se e foi até à sala. Chovia e trovejava lá fora. Na mesa, esquecera o computador ligado e o écran fixava a página branca.
Elisa tinha-lhe exigido que lhe escrevesse uma declaração poética.
A relação entre os dois já tinha conhecido dias melhores. Ultimamente estava sempre a compará-lo ao Rui, o novo namorado da amiga dela Ana, que tinha “alma de poeta”.
Tinha tentado escrever alguma coisa durante o dia, mas nada lhe ocorria. Fora-se deitado frustrado com a sua falta de imaginação. Acordara de um pesadelo para recair noutro. Sentou-se à mesa e olhou para o écran.
Decidiu escrever o título: “Poema para Elisa”.
Continuava sem nada lhe ocorrer.
Ficou a olhar para o cursor que piscava na página branca por longos minutos.
Se ela tivesse outro nome talvez fosse mais fácil, um nome mais poético que rimasse com amor ou coração.
Se ela fosse alguém que ao invés de comparar e o querer mudar,  o aceitasse como era, também seria mais fácil.
Começou a escrever:
“Elisa, não vou escrever droga de poema nenhum.
Se não estás bem comigo, muda-te!”
Com vontade de querer despachar aquilo, anexou o pequeno texto ao endereço electrónico dela e clicou em “enviar”.
Pronto, pensou.
Voltou para a cama e dormiu bem, sem pesadelos ou sonhos.
Na manhã seguinte caiu em si. Haveria alguma forma de recuperar aquele email?
Agora é que ia ter mesmo de escrever um poema…

Post 6173

Cheguei a casa pelas 23.20, vim para PC, escrevi e acabei de enviar texto pelas 23.47.
Tenho de me lembrar que:
Não devo procrastinar!
Não devo procrastinar!
Não devo procrastinar!
Ou então tenho é de arranjar uma equipa que me escreva os textos para desafio de escrita dias antes de acabar o prazo!

Post 6172 Desafios de Escrita e Colectânea


Hoje até à meia-noite tenho de escrever e enviar desafio 5/10 (ainda não escrevi nada, estou a procrastinar)

Depois, querendo tentar participar nesta Colectânea - 2ª Colectânea de Contos Eróticos
(ver melhor aqui)
terei de tentar escrever um conto erótico (depois da minha tentativa para a primeira Colectânea, objecto de post aqui em blogue não ter sido nada convincente) até ao final do próximo mês
(estou a procurar ler alguns textos em livros, mas desconfio que vou proscrastinar até acabar o prazo).
.

domingo, abril 23, 2017

Post 6171 Dia Mundial do Livro

E pelo Porto...


Feira do Livro Solidária
Um livro por um euro ou por um género alimentar

Post 6170 - Sexta-feira, 21.4.17 - Mar Shopping



No SeaFood and Fish, do Mar Shopping
 arroz de tamboril, polvo assado e sangria de espumante

Post 6169 Livros 2017 (69 e 70) Commanding The Tides, Lords of the Abyss de Michelle M. Pillow e Melting Iron de Laurann Dohner

Commanding The Tides, Lords of the Abyss de Michelle M. Pillow
e Melting Iron de Laurann Dohner

Post 6168 Livros 2017 (68) Prazeres Infames de Elizabeth Hoyt

Prazeres Infames de Elizabeth Hoyt

Post 6167 - Livros 2017 (67) Enséñame a amarte de Jana Westwood

Enséñame a amarte de Jana Westwood


Post 6166 Cinema - Mr. Church

Mr. Church de Bruce Beresford, escrito por Susan McMartin, com Eddie Murphy, Britt Robertson, Xavier Samuel, Lucy Fry, Christian Madsen, Natascha McElhone.
Image result for cinema Mr Church


IMG_7086

quinta-feira, abril 20, 2017

Post 6160 Livros - Divulgação

Na Calendário de Letras no Centro Comercial do Mercado do Bom Sucesso têm livros por 1 €  e "leve 10 paga 5"

(não resisti a trazer comigo Autobiografia de um Amor de Alexandre Jardin, O Verão da Traição de Hong Ying,
Som do Mar de Manuel Vicent,  Uma Espécie de Vida de Graham Greene, da Livros do Brasil, Colecção Dois Mundos, Um Homem no Jardim Zoológico de David Garnett e O Pregador Atormentado de Thomas Hardy da quasi, por um euro cada um, e Isabel e as Águas do Diabo de Mircea Eliade por dois euros e cinquenta cêntimos)


Post 6159 Livros 2017 (64, 65 e 66) Kissing Steel de Laurann Dohner, Wolf Whisperer de Charlene Hartnady e Billion Dollar Bear de Catherine Vale

Kissing Steel de Laurann Dohner, Wolf Whisperer de Charlene Hartnady e Billion Doilar Bear de Catherine Vale

quarta-feira, abril 19, 2017

Post 6158 Quarta-feira, 19.4.2017

De manhã pareceu-me que poderia chover e levei gabardina. Andei todo o dia a carregá-la de um lado para o outro. Vim para casa e saí de novo para jantar com N. e decidi deixar finalmente gabardina em casa. Choveu e trovejou!
Tempo estranho, está calor e chove...

Post 6157 Livros - Divulgação (enquanto nos aproximamos do dia do livro) Email da Almedina

Quinzena do Livro

Post 6156 Sábado, 8.4.2017

Inscrevi-me para 24 horas a correr para fins de solidariedade - a ideia era haver sempre alguém a correr, mas certifiquei-me primeiro que éramos muitos, e hoje sem estar à espera recebi pack abrangido pela iniciativa: t-shirt, bolsa, garrafa de água e barra de cereais, manga e chá verde. Por acaso não corri nada mas só de olhar para o meu pack sinto-me uma verdadeira atleta!


terça-feira, abril 18, 2017

Post 6155 - Hoje no Google




"Esther Afua Ocloo (18.4.1919-8.2.2002) foi uma empresária ganesa, famosa por ter sido uma pioneira do microcrédito. Foi uma das fundadoras da Women's World Banking em 1976, com Michaela Walsh e Ela Bhatt, tendo servido como a primeira curadora da instituição."

segunda-feira, abril 17, 2017

Post 6154 Desafio - Por onde é que eu andei nesta Páscoa








Oh Tempo
Suspende o teu voo
De acordo, disse o Tempo,
mas porquanto tempo?
Max Auge









 (aqui têm a melhor tosta mista do mundo)

Post 6153 Desafio de escrita 4/10, 2ª tentativa - A Casa da Bruxa - Qual enviar?

“Havia uma mulher que era bruxa e morava naquela casa” Disse-lhe o pai, apontando. 
Ficava um pouco desviada do caminho, ruíra por dentro, só quase tinham sobrado as pedras, e fora invadida pela vegetação que agora saía pela porta e janelas.
Olhou para a casa e depois para o pai. Do alto dos seus sete anos, não queria mais ser enganada, não depois da decepção do Pai-Natal.
Estavam no Verão e tinham vindo visitar os avós na aldeia. Durante a viagem, nas curvas da estrada, o pai repetira o lema: “atrás do Marão, mandam os que lá estão”. Tinham parado para beber água fresquinha da fonte e comer figos
Quando chegaram estava tão cansada que depois dos abraços dos avós, mal caíra na cama, adormecera. Acordara com o co-co-ri-co-co do galo. Os lençóis eram diferentes, mais duros. Levantou-se, pés do chão e foi à procura do pai. De manhã e de noite sentia o calor e o cheiro a esteva.
Bebera leite por uma caneca na cozinha com lareira e tinha saído com o pai, o avô e a burrinha para uma volta pelas terras.
Deixava-os às vezes para trás, a seguir joaninhas, mas sem os perder de vista.
“Bruxa, como?” Perguntou ao pai.
- “Ficava com os miúdos que não obedeciam aos pais e nunca mais ninguém os via.” Respondeu-lhe o pai com uma cara séria.
“Não acredito”, ela murmurou mas foi enfiar a mão na do pai. Ali parecia realmente existir um silêncio estranho, como se o tempo tivesse parado.
Seguiram pelo caminho e poucos passos depois, deixou-se encantar com um fio de água de irrigação. Ao longe, ladrou um cão.
À noite contou à avó.
“São só histórias, afinal ao teu pai nenhuma o levou” riu a avó.
Apesar disso, durante aquelas férias, tentou ser bem obediente.

Post 6152 Desafio de Escrita 4/10, 1ª tentativa

Havia uma mulher que tinha dois amantes além do marido, que não sabia de nada.
O primeiro amante não sabia do segundo e o segundo sabia de tudo.
Ela tinha muito amor para dar aos três e viviam todos felizes até que o segundo amante se começou a queixar do tempo que lhe faltava quando ela estava com os outros. Tanto fez e disse sobre como poderiam ser tão felizes só os dois que a convenceu. 
Disse ao marido que se sentia abafada e precisava de se encontrar. Porque ele gostava muito dela, quis compreendê-la e aceitou o divórcio. 
Disse ao primeiro amante que até para não parecer mal tinham que dar um tempo. Ele percebeu que não ficaria bem juntarem-se tão cedo e deixou-a ir. 
Poucos meses depois casou-se com o segundo amante que passou a ser seu marido.
Viveram tempos muito felizes mas de vez em quando ela tinha saudades do passado. 
Um belo dia em que se sentia particularmente melancólica encontrou o primeiro amante. 
Ele sabia que ela tinha casado e até se sentira culpado porque aproveitara o tempo de separação que se tinham dado, para sair com uma e com outra, mas nenhuma se comparava a ela. Ao relembrarem os dias felizes não resistiram e combinaram novos encontros. Ela não contou nada ao novo marido, ex-segundo amante. 
Mais algum tempo passou e calhou ver o ex-marido. Achou-o triste e foi ao seu encontro. Não a tinha substituído, culpava-se pela ruptura, por não lhe dado espaço. Ela contou-lhe que se tinha casado, enganava o marido e sentia que faltava algo na sua vida. Caíram nos braços um do outro e tornaram-se amantes. 
E viveram os quatro felizes para sempre...até aparecer o terceiro futuro amante dela com a que viria a ser segunda amante deles.

Post 6151 Livros 2017 (59, 60, 61, 62 e 63) S. Awakenings The Waltz, The Tango e The Last Dance de Angelica Chase, Stealing Coal de Laurann Donher e A Mulher que Tentou Matar o Bebé da Vizinha de Liudmila Petruchévskaia

S. Awakenings The Waltz, The Tango e The Last Dance de Angelica Chase, Stealing Coal de Laurann Dohner e A Mulher que Tentou Matar o Bebé da Vizinha de Liudmila Petruchévskaia.


Na contracapa:
"Uma mulher dá por si a tapar um buraco a meio da noite numa floresta; uma família tranca-se no quarto de forma a combater uma estranha epidemia; um feiticeiro castiga duas belas bailarinas transformando-as numa grotesca performer circense; um coronel é avisado para que não levante o véu da face da sua falecida esposa; e um perturbado pai consegue ressuscitar a filha devorando corações humanos nos seus sonhos.
São contos de humor negro, repletos de vingança, mortes perturbantes e melancolia.
Liudmila Petruschévskaia nasceu a 26 de Maio de 1938 em Moscovo.
A sua escrita desconcertante levou a Publishers Weekly a considerá-la "uma das melhores escritoras vivas da Rússia".
Entrevista em 1993 por Sally Laird, tradutora para inglês do seu romance Hora: Noite, Petruchévskaia afirmou: "A Rússia é uma terra de mulheres que contam as suas histórias oralmente, sem necessidade de inventar. São narradoras extremamente talentosas. Sou apenas uma sua ouvinte."
A sua obra inclui os romances Hora: Noite (1992) e O Primeiro, ambos presentes na short-list do Russian Booker Prize, algumas peças teatrais e ainda Amor Imortal, uma colecção de contos e monólogos. Desde finais de 1980 que as suas peças, histórias e romances têm sido publicados em mais de trinta línguas. Em 2003 recebeu o Pushkin Prize para a literatura russa, atribuído pela Fundação Alfred Toepfer. Em 2003 foi-lhe atribuído o Russian State Prize for Arts, em 2005 o Stanislvsky Award e em 2006 o Triumph Prize.
Uma antologia de contos, A Mulher que Tentou Matar o Bebé da Vizinha foi publicada nos Estados Unidos em Outubro de 2009, tornando-se dois meses mais trade um bestseller do New York Times Book Review, Em 2010 venceu o World Fantasy Award, na categoria de colecção de contos.
Em finais de 1960, Petruchévskaia começou uma carreira como cantora, criando novas letras para as suas músicas favoritas, e actuando em Moscovo, em clubes noturnos e na Casa da Música. Recentemente começou a compor as suas próprias canções.
Petruchévskaia é também conhecida como uma artista visual. Os seus retratos, nus e naturezas-mortas têm sido expostos na Galeria Tretyakov, no Museu Pushkin de Belas Artes, no Museu Estatal de Literatura e em várias galerias privadas.
Em 1979 foi co-autora do cenário de um dos mais influentes filmes de animação russos - Contar Contos.


No site da Bertrand
EXCERTO
Durante a guerra, um coronel recebeu carta da mulher em que ela lhe dizia ter muitas saudades e lhe pedia que a fosse ver porque tinha medo de se finar sem estar com ele pela última vez. O coronel solicitou a licença e, como tinha sido condecorado havia pouco, conseguiu três dias. Foi de avião, mas, uma hora antes da sua chegada, a esposa faleceu. O homem chorou, fez o funeral da mulher, tomou o comboio para regressar, mas de repente descobriu que perdera o cartão de membro do partido. Revolveu todas as suas coisas, tornou à estação donde partira, tudo isso com grandes dificuldades, mas não encontrou nada e acabou por voltar para casa. Ali adormeceu e, de noite, sonhou com a mulher que lhe disse que o cartão do partido estava no seu caixão, do lado esquerdo, tendo caído quando o coronel a beijara. Avisou-o também de que não devia levantar-lhe o véu da cara.

Pág. 126
"O novo pai levava a criança, a mulher levava a roupa. Iam andando e, pelo caminho, esqueceram-se do lugar onde se dera o seu encontro, esqueceram-se também do nome da estação. Lembravam-se apenas de que tinha sido uma noite muito difícil, um caminho longo, uns tempos penosos de solidão, mas que agora lhes nacera um filho e tinham encontrado o que procuravam."

Gostei muito deste livro de pequenas histórias, muito diferentes umas das outras, mas que têm em comum a grande imaginação da sua autora e o fantástico, como contos de fadas, mas não conhecidos.

sábado, abril 15, 2017

Post 6150 - O Espaço que nos une

O Espaço que Nos Une (The Space Between Us) de Peter Chelsom, com Asa Butterfield, Britt Robertson, Gary Oldman, Janet Montgomery e Carla Gugino (gostei do filme).
Image result for cinema o espaço que nos une


Sobre o filme noo site do Público
"Depois de anos de investigação para tornar possível manter uma colónia humana no planeta Marte, um grupo restrito de cientistas é enviado numa missão de teste. Durante a viagem, a astronauta Sarah Elliot descobre que está grávida. Algum tempo depois de se instalarem, Sarah dá à luz Gardner, morrendo logo após o parto. Determinado a não dar grandes explicações aos seus superiores, Nathaniel Shepard, o responsável pela missão em Marte, mantém tudo em segredo e responsabiliza-se pela criança. Gardner cresce num ambiente totalmente condicionado, sob condições criadas artificialmente. À medida que o tempo passa, a sua curiosidade sobre o planeta Terra aumenta, bem como a necessidade de descobrir as suas origens. Um dia, enquanto navega na internet, conhece Tulsa, uma rapariga da sua idade a viver no Colorado (EUA). Os dois passam a ser amigos e confidentes, partilhando longas conversas online. Quando finalmente surge a oportunidade de visitar a Terra, ele não cabe em si de entusiasmo por tudo o que espera conhecer e vivenciar. Mas assim que chegam ao destino, todos percebem que, por ter nascido em Marte, o seu corpo não está adaptado à atmosfera terrestre e que a sua estadia fora de um ambiente controlado pode colocá-lo em sério perigo de vida. Porém, decidido a encontrar-se com Tulsa, o rapaz encontra uma maneira de escapar…
Um filme de ficção científica realizado por Peter Chelsom ("Hector e a Procura da Felicidade"), segundo um argumento de Allan Loeb. "

Post 6149 Clubes de Leitura Bertrand - Divulgação

 
Clubes de Leitura Bertrand: €5 de inscrição que serão convertidos em vale no mesmo valor.
O saldo Leitor Bertrand não pode ser utilizado para o pagamento da inscrição.
O vale tem a validade de 6 meses e pode ser utilizado em compras nas livrarias Bertrand de todos os artigos, exceto livros escolares.

Post 6148 Livros 2017 (51, 52, 53, 54, 55, 56, 57, 58) His Perfect Mate, Seducing Stag, Taunting Krell, Tempting Rever, Redeeming Zorus, de Laurann Dohner, Assalto ao Castelo/Storming the Castle de Eloisa James, Spell of the Highlander de Karen Marie Moning e Her Highland Rogue de Leanne Burroughs

His Perfect Mate, Seducing Stag,  Taunting Krell, Tempting Rever, Redeeming Zorus, de Laurann Dohner, Assalto ao Castelo/Storming the Castle de Eloisa James, Spell of the Highlander de Karen Marie Moning e Her Highland Rogue de  Leanne Burroughs


quinta-feira, abril 13, 2017

Post 6147 - Quinta-feira, 13.4.17

E por causa deste post no blogue Diário do Purgatório, fomos jantar à Rosa das Iscas e gostámos muito. O ambiente estava super animado, com uma mesa ocupada por turistas de mais idade, e seriam mais de dez, que falavam alemão e riam alto, parecendo muito divertidos. Gostei da sopa, das pataniscas, do arroz de legumes e sobretudo da mousse de chocolate.

Reportagem fotográfica:
Tento fotografar o letreiro com o nome do restaurante e falho:
 (fotografia de nós claro que a minha silhueta é muito mais fina, a sombra é que não me fez justiça)
(montra enquanto víamos a lista)
 (a minha fotografia das pataniscas e do arroz de legumes):
 (fotografia artística de N. da patanisca):
(a mousse de chocolate antes que desaparecesse por completo estranha e rapidamente):


Post 6146 Divulgação - Possibilidade de se participar em Colectânea



Foto de Múltiplas Histórias - Editorial.

No FB:
"Hoje vamos dar lugar à prosa erótica.

“NAUGTHY GIRLS” será o próximo desafio. 
2ª Colectânea de Contos Eróticos

Nesta colectânea de Contos Eróticos vamos render-nos à magia dos contos de sedução e prazer.
Aqui fica mais uma produção com a qualidade e sucesso a que já vos habituámos.

Aguardamos os vossos trabalhos – Vamos seduzir.

REGULAMENTO DE PARTICIPAÇÃO:

A Colectânea reunirá poemas de autores de expressão Lusófona, maiores de 18 anos de idade.
SILKSKINEDITORA
silkskineditora@gmail.com

Passos para a participação:

- Cada participante deverá enviar uma breve nota de apresentação, uma foto actualizada e contacto e-mail.

- A data limite para envio dos trabalhos para participação é o dia 31 de Maio de 2017

- Os manuscritos deverão ser digitados em word, em Times New Roman (12pts), não exceder as 6 páginas A5, e enviados por e-mail:
silkskineditora@gmail.com

- Não existe qualquer pagamento de inscrição.
- Os autores seleccionados, deverão adquirir um mínimo de 1 exemplar da obra finalizada e editada. Os exemplares serão entregues na apresentação da obra ou via CTT
- Os autores poderão adquirir - mais do que o número mínimo de exemplares
- O preço de venda da obra será definido pela SILKSKIN EDITORA, tendo em conta o número de páginas da obra editada.
- A SILKSKIN EDITORA não reserva a exclusividade dos poemas editados.
Os Autores não cedem os direitos de Autora à editora, podendo utilizar o trabalho editado noutras edições que achem pertinentes

Esperamos os vossos textos – vamos seduzir…

SILKSKIN EDITORA - editamos sedução
(uma editora do GRUPO MULTIPLAS HISTÓRIAS)


https://www.facebook.com/events/633759146825400/

Desde já
Estão todos convidados a participar

BOM TRABALHO!"

Post 6145 Livros, divulgação

Na Leya, em Santa Catarina (antiga Livraria Latina) temos no 1º andar uma estante com bons livros com preços de 0,50 €, 1 €, 2,90 € e 4,90 €...

terça-feira, abril 11, 2017

Post 6144 Terça-feira, 11.4.17







Post 6143 - Segunda-feira, 10.4.17






Post 6142 Sexta-feira, 7.4.17

Ghost in the Shell, Agente do Futuro, de Rupert Sanders, com Scarlett Johansson, Liou Asbaek, Takeshi Kitano (gostei do filme)


Sinopse aqui:
"Major, uma agente de operações especiais, híbrida de humano e ciborgue, lidera a equipa de elite Section 9. Decidida a parar os mais perigosos criminosos e extremistas, a Section 9 depara-se com um inimigo cujo único objetivo é eliminar os avanços tecnológicos da Hanka Robotic."


(Frases no filme: algo como "é quando abraçamos a nossa singularidade, o que nos torna diferentes, que alcançamos a paz" e "o que nos define não são as nossas memórias, mas os nossos actos)
(Motoko)

Post 6141 - Desafio de escrita 3/10 Vinte e quatro horas na vida de uma mulher ou Uma mulher de quarenta anos

Vinte e quatro horas na vida de uma mulher.

A mulher sou eu. Como em outros dias acordei quando o despertador me berrou perto do ouvido direito (durmo virada para esse lado onde fica também a mesinha de cabeceira).
Sabia que havia algo neste dia de que não gostava, mas não me lembrei logo do que era: é dia do meu aniversário, completo quarenta anos. Cruzes credo, se alguma vez pensei que chegaria a essa idade sentindo-me tão pouco…tão pouco sábia, tão pouco decidida, com tão poucas certezas.
Dia de semana e Inverno, tive de me despachar e adiar reflexões mais profundas.
Depois de lavar a cara, enquanto aplicava creme, rímel e o batom de cieiro, olhei-me no espelho. Não pareço mais velha do que parecia ontem. O mesmo rosto triangular com o cabelo escuro curto e franja, os mesmo olhos esverdeados devolvem‑me a interrogação que lhes dirijo.
Foi só um instante. Era preciso acordar a Aninha. Talvez já não consiga dar-lhe o irmão que pedia, mas ainda me lembro do cansada que fiquei quando ela nasceu, mal dormia, apaguei-me por completo, preocupada se ela comia o que devia, chegava aos percentis certos, se estava a dar-lhe o que precisava. Quando regressei ao trabalho de administrativa, apesar da culpa, foi um descanso.
Arranjei a Aninha, deixei-a na escola e segui para a empresa. Recebi com sorrisos (amarelos) os parabéns dos colegas. Almoçamos no sítio do costume, mas a Alice trouxe um bolo feito por ela para comemorarmos.
Vim para casa, trazendo a Aninha do ATL. Os meus pais ligaram-me para me dar os parabéns e a minha mana veio lá ter, para ficar com a sobrinha. O Simão chegou do trabalho quando acabava de me arranjar e fomos jantar fora.
À noite, ensaiamos para o irmão da Aninha.
Continuo igual?

segunda-feira, abril 10, 2017

Post 6140 Questão para quem domina a arte de fotografar...

Porque é que a minha máquina (Nixon Coolpix L31) se recusa às vezes a deixar que eu fotografe?
Eu bem carrego no botão e nada! Tenho de insistir cinco, seis vezes até conseguir.
Será que ela não concorda com o meu enquadramento?
Ou não haverá luz suficiente ou ela quer que eu faça algo mais que eu não faço ideia do que seja?

Post 6139 Sobre o encontro/almoço em bloggers em Braga, dia 30 (claro que para saber mais sobre o encontro será preciso descer dois posts)

Como estive a oferecer boleia a duas bloguistas que gostaria muito que viessem, lembrei-me da vez há alguns anos que também me ofereci e dei boleia para Braga a uma das minhas irmãs, cunhado que estava constipado e por isso é que não foi a conduzir e uma amiga. Eu conduzo, mas sobretudo faço o trajecto de casa para cidade, local de trabalho e dali para casa, e de vez em quando para centros comerciais, Serralves, casa de uma das minhas irmãs, ou seja, em princípio tudo trajectos conhecidos e muitas vezes, sozinha. Ora, para Braga, eu não conhecia bem o caminho e tinha a responsabilidade de levar outras pessoas comigo e aí fui, muito, muito devagar. Devo ter levado o dobro ou o triplo do tempo e quase a chegar, numa curva pelas portagens, não havia maneira de a terminar. 
Nenhum dos três quis outra vez ir comigo de boleia para Braga...
(desta vez, estou a oferecer boleia, continuo naba, mas com a expectativa que seja N a conduzir)

Post 6138 Em email que recebi: Como sabermos com quem casar...(com tradução livre e apressada)

 Out of the mouths of babe's !!!  Gotta love it !!!
My Favorite is the last one!
1.    HOW DO YOU DECIDE WHO TO MARRY? (written by kids) 1. Como decidir com quem casar (escrito por crianças) 
-You got to find somebody who likes the same stuff. Like, if you like sports, she should like it that you like sports, and she should keep the chips and dip coming. 
-Tens de encontrar alguém que goste das mesmas coisa, assim se tu gostares de desporto, ela tem de gostar que tu gostes de desporto e deve conseguir que as coisas boas continuem a chegar
-- Alan, age 10 

- No person really decides before they grow up who they're going to marry. God decides it all way before, and you get to find out later who you're stuck with. 
Ninguém decide antes de crescer com quem vai casar. Deus decide antes e tu só descobres depois a quem ficaste preso
-- Kristen, age 10 

2. WHAT IS THE RIGHT AGE TO GET MARRIED? 
Twenty-three is the best age because you know the person FOREVER by then. 
-- Camille, age 10 2. Qual é a idade certa para casar? 
 Vinte e três anos é a melhor idade porque nessa altura já conhecerás a pessoa sempre
3. HOW CAN A STRANGER TELL IF TWO PEOPLE ARE MARRIED? 
You might have to guess, based on whether they seem to be yelling at the same kids. 
-- Derrick, age 8 
2. Como é que um estranho pode saber que duas pessoas são casadas? Podes ter de adivinhar baseado em os dois parecerem estar a gritar com os mesmos miúdos
 4. WHAT DO YOU THINK YOUR MUM AND DAD HAVE IN COMMON? 
Both don't want any more kids. -- Lori, age 8 5. O que é que achas que a tua mãe e o teu pai têm em comum? Os dois não querem mais filhos
 5. WHAT DO MOST PEOPLE DO ON A DATE? 5
5. O que é que a maioria das pessoas faz num encontro?
-Dates are for having fun, and people should use them to get to know each other. Even boys have something to say if you listen long enough.- Os encontros são para se divertirem e as pessoas devem usá-los para se conhecerem um ao outro. Mesmo os rapazes podem ter algo a dizer se os ouvires durante o tempo necessário
- Lynnette, age 8 
(isn't she a treasure) 

-On the first date, they just tell each other lies and that usually gets them interested enough to go for a second date. 
-- Martin , age 10 

- No primeiro encontro eles só dizem um ao outro mentiras e isso normalemnte fez com que fiquem interessados o suficiente para haver um segundo encontro.
 6. WHEN IS IT OKAY TO KISS SOMEONE? 


6 - Quando está bem beijarem-se?
 -When they're rich. -- Pam, age 7 
- Quando são ricos
-The law says you have to be eighteen, so I wouldn't want to mess with that. - - Curt, age 7 
- A Lei diz que tens de ter dezoito anos e eu não gostaria de me meter nisso...

-The rule goes like this: If you kiss someone, then you should marry them and have kids with them. It's the right thing to do. - - Howard, age 8 
A regra é esta: Se beijas alguém, então têm de casar e terem filhos, é a coisa certa a fazer
7. IS IT BETTER TO BE SINGLE OR MARRIED?  
É melhor ser solteiro ou casado?
It's better for girls to be single but not for boys. Boys need someone to clean up after them. -- Anita, age 9 (bless you child ) 
É melhor para as raparigas serem solteiras.. Os rapaze precisem de alguém para limpar o que eles desarranjam 
8. HOW WOULD THE WORLD BE DIFFERENT IF PEOPLE DIDN'T GET MARRIED? 
8. Como seria o mundo diferente se as pessoas não casassem?
There sure would be a lot of kids to explain, wouldn't there? -- Kelvin, age 8 
Então haveria uma data de crianças para explicarem, não haveria?
And the #1 Favorite is....... 
9. HOW WOULD YOU MAKE A MARRIAGE WORK? 
9. Como é que farias para um casamento resultar?
Tell your wife that she looks pretty, even if she looks like a dump truck.
-- Ricky, age 10
Diz à tua mulher que ele está bonita, mesmo que ela pareça um camião do lixo