terça-feira, março 17, 2015

Post 4667 Regressando aos sacos

Hoje passei por um Supermercado Froiz para adquirir apenas três artigos. Cheguei à caixa para pagar e quando me perguntaram se precisava de saco respondi orgulhosa que não, enquanto retirava da mala um saco plástico antigo do Continente que terei utilizado talvez três vezes (a última numa promoção do Skip 60 doses no Pingo Doce). Depois de pagar, inseri produtos no saco e quando me preparava para me afastar da caixa, o peso ficou estranhamente mais leve e vi/ouvi as minhas recentes aquisições a caírem ao chão. Saco de Continente ter-se-á rasgado quando da última compra do Skip 60 Doses que por ser grande se conseguiu manter no seu interior e estava a aguardar silencioso uma oportunidade para se despedir do mundo das compras com um bang de artigos mais pequenos a atingirem o chão. Lá ficou o meu orgulho por trazer aquele saco também no chão, mas felizmente tinha outro saco, este do Pingo Doce para substituir o do Continente (não me parece é que tenha guardado algum do Froiz que possa por exemplo usar no Continente...).

11 comentários:

  1. Sei o que isso é. Já me aconteceu!

    ResponderEliminar
  2. Um dia .... esses sacos valerão fortunas. E, estarão todos num museu .....


    :)

    Adorei a história...

    bj

    Pizza Boy

    ResponderEliminar
  3. Poupe o saquinho...Isso é um bem escasso!

    ResponderEliminar
  4. Se calhar ainda vamos de ter de começar a colá-los ou cosê-los, São :)



    Muito obrigada Pizza Boy :)
    um beijinho



    Eu bem queria poupá-lo Kruzes Kanhoto, o saco é que não estava disposto a isso...




    Pelo menos, parece que estamos todos a poupar sacos, Carlos Barbosa de Oliveira :)


    ResponderEliminar
  5. A pergunta é inevitável - faz colecção de sacos, Gábi?? :)))
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. ahahah ... O que é certo é que esta "medida" está a resultar em pleno, seja de que maneira for ! :)))
    Cá nos vamos remediando sem os famigerados sacos de plástico !!! :))
    O "Ambiente" agradece !

    Beijinho, Gábi ! :))

    ResponderEliminar
  7. Também ando com um saco na carteira...vou colocar outro...

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Guardei alguns, mas deveria ter guardado muitos mais Pedro Coimbra :) estou é iniciar colecção de posts sobre sacos :)
    um beijinho




    Parece que sim, pelo menos que seja bom para o ambiente, Rui :)
    um beijinho




    Parece-me uma boa ideia ter um saco suplente, Mona Lisa :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
  9. Pelo que li, a medida «ecológica» só se aplicava aos sacos com uma determinada espessura. Os agora produzidos são mais grossos, fogem ao imposto e são vendidos a preço de custo. Ahhh os portugueses esses poços infindáveis de criatividade. :)

    ResponderEliminar