sábado, maio 18, 2013

Post 3399 - No dia 18.5.2013

Seguia eu pela Costa Cabral, depois de ter comprado pão e dois jornais, quando reparei nos portões abertos e no convite a visitar o Jardim da Casa Museu Ferreira de Castro, neste dia internacional dos Museus. Fiquei a saber da possibilidade de visitas também à Casa, mas com marcação (ver pela Net, no site do Museu Soares dos Reis).

11 comentários:

  1. Um das poucas vezes que aí fui, tentei visitar, mas como era por marcação não consegui...depois fui esquecendo.
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  2. uma interessante maneira de passar uma tarde aí no Porto.

    ResponderEliminar
  3. O Porto oferece tantas oportunidades para explorar! : )

    ResponderEliminar
  4. Azarito. Para a próxima convem não esquecer! :)

    ResponderEliminar
  5. Pequenos tesouros que nem reparamos que existem. Beijoca!

    ResponderEliminar
  6. Ontem também não consegui ver a casa, Marina, só o jardim.
    Obrigada, um bom Domingo também
    e um beijinho




    Só uma meia hora, porque foi só o jardim, IsaMaria :)




    Precisamente o que acho, Catarina, só que muitas vezes fico preguiçosamente em casa :)
    um beijinho




    Para a próxima devíamos todos planear melhor Mariposa Colorida...eu por exemplo deveria ter tentado marcar a visita à casa :)



    Foi sem dúvida o meu caso, Rafeiro Perfumado. Já passei muitas vezes por ali, mas não tinha nem ideia do jardim atrás dos grandes portões normalmente fechados :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Tenho tantas saudades do meu querido Porto, que não visito há quase dois anos.

    Quando estou na cidade invicta passo por aí tantas vezes, porque tenho familiares que vivem muito perto, mas nunca reparei nesse jardim.

    Obrigada pela dica, que já escrevi no meu calendário.

    ResponderEliminar
  8. E foi, Luisa :)
    um beijinho


    Eu também não tinha reparado Ematejoca :)
    um beijinho

    ResponderEliminar
  9. Um destes dias espero conseguir ver também a casa :)

    ResponderEliminar