quarta-feira, março 16, 2016

Post 5525 04/10 Num quarto de hotel

Fica, ela disse-lhe baixinho. Estavam os dois despidos e meio abraçados na noite da sua aventura.
Poucos minutos antes tinha-a seguido até ao quarto dela no hotel, o espelho do seu, com um quadro diferente na parede oposta à cama.
Depois de se terem conhecido no bar, tinham conversado, enquanto tomavam uma bebida, e ela convidara-o para ver os postais do teatro onde tinha estado.
Quando entraram, foi buscá-los. Ele olhou-os com pouca atenção, hesitante sobre se estaria ali só por isso.
Então, ela desapertou o vestido e deixou-o escorregar pelas longas pernas com as meias pretas. Abraçou-a e beijaram-se. Demorou mais tempo a libertar-se da sua roupa e caíram os dois sobre a cama. Tudo nela o excitava, o perfume e sabor da sua pele, ela corresponder-lhe na vontade e no prazer.
Queria ficar e ficou.
Adormeceu abraçado ao calor dela, a ouvir a sua respiração.
Despertou-o a luz da madrugada a marcar o travesseiro pela fresta da persiana mal fechada. Rapidamente lembrou-se de onde estava e do avião que tinha de apanhar às sete. No seu quarto teria tocado o despertador que não ouviu. Vestiu-se a correr. Ela acordou com o movimento e olhou-o meio ensonada. Continuava linda. Disse-lhe que tinha de ir já para o aeroporto mas guardou um minuto para se debruçar sobre ela e beijá-la
“Vais ligar-me?” Ela perguntou. Prometeu-lhe que sim e saiu.
No quarto recolheu as suas coisas e ligou para a recepção para lhe chamarem um táxi.
Estava já no avião quando se apercebeu que não tinha o telefone dela, não se lembrava do número do seu quarto e não sabia o seu nome.
Queria cumprir a promessa e que ela fosse muito mais que uma aventura, mas não sabia como.
Consolou-o só um pouco pensar que ao menos, a memória fica.




21 comentários:


  1. Txiiiiiiiiii...
    Estes encontros de "One Night Stand" são muito "voláteis"!
    (lembrei-me de um dos contos que escrevi...)

    Parabéns!
    Beijinhos e dorme bem
    (^^)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero ler esse conto! Será que está no blogue? Vou procurar :)
      obrigada, um beijinho e boa-noite :)

      Eliminar
    2. Não está...
      E o outro só o publiquei de novo para tu o leres :)

      Beijos

      Eliminar
    3. Então devia estar!
      um beijinho

      Eliminar
  2. Gostei sobremaneira deste belo texto! Só lamento que provavelmente este encontro não tenha passado de uma mera aventura amorosa. Que pena!!
    Memória de uma noite de amor? Isso é tão pouco...

    Beijinhos, Gábi! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Janita, o teu comentário é um bom incentivo para pensar numa continuação :)
      um beijinho

      Eliminar
  3. Para conto erótico falta-lhe tempero.
    Mas o texto é excelente.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para já, desisti de tentar escrever um conto erótico, é muito difícil mas vou ter de aceitar que não vou escrever as 1000 sombras de Green :)
      um beijinho

      Eliminar
  4. Esquecimento imperdoável, Gábi ! :(
    ... E dizias que não tens jeito para contos eróticos ?! ... :)
    Este é um bom princípio, para "conto rápido"! rsrs ... Claro que com mais alguns "condimentos" poderia ficar a "escaldar" ! ... mas a tua opção foi muito bem conseguida !
    Gostei mesmo muito !

    Beijo ! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, mas encontrar os "condimentos" para ficar a "escaldar" não é fácil :)
      obrigada pelas tuas palavras, fiquei feliz por teres gostado :)
      um beijinho

      Eliminar
  5. Ela deve ter ficado com o numero....as mulheres são mais perspicazes e quando ele adormeceu foi-lhe à carteira para ver o cadastro....
    Desculpe, Gabi, a minha falta de romantismo!! Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela poderia pensar nisso, mas estava a cair de sono e não chegou a fazê-lo :)
      um beijinho (e nada a desculpar, gosto muito de ler todos os comentários sobre os textos que escrevo)

      Eliminar
  6. Então o rapaz não era homem para contactar o hotel no sentido de...
    Sigilo? Nos dias de hoje...
    A coisa não pode acabar assim, seria muito ruim. Siga o folhetim!
    :)
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas como é que ele ia conseguir, não sabia o número do quarto dela ou o nome dela e de certeza que o hotel devia estar cheio de louras :)
      um beijinho

      Eliminar
  7. Gostei do texto... Se tudo corresse bem, não havia nada para contar!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ainda pode ser que se reencontrem :)
      um beijinho

      Eliminar
  8. Parece-me bem escrito mas optaste pelo ângulo errado. Devias ter centrado o texto no "one night only" e apimentado um pouco mais, no entanto, gostei do que escreveste mas faltou apenas um pouco de emoção...

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho que explorar melhor a ideia do "one night only", talvez um destes dias :) obrigada pelas tuas palavras, gosto muito de saber o que pensas e de pensar depois como poderia ter escrito ou poderei escrever...
      um beijinho

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar