sábado, maio 18, 2013

Post 3396 Ontem quase me apaixonei por um desconhecido

Num Supermercado Pingo Doce, final da tarde, apenas duas caixas abertas. Sou a terceira na fila. Senhora a ser atendida, pede factura pelos rolos de papel higiénico em promoção, conferindo o preço pelo folheto, 1,49 €. De seguida, é atendido o desconhecido com poucas compras. Total que tem para pagar, 12,17 €. Puxa do cartão multibanco e a funcionária informa-o que não pode pagar com este, e que há uma caixa no fundo. Ele pergunta se a funcionária irá ficar à espera. Ela responde-lhe que sim. Ele pergunta-lhe se o resto das pessoas atrás dele também irão ficar à espera. Quando lhe responde que sim, ele procura melhor e encontra uma nota de vinte.

11 comentários:

  1. Há gente assim....é por isso que eu digo que as oportunidades surgem:))))

    Ele só estava a querer dizer à pessoa que o estava a atender que aquilo é um disparate......

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. É assim que as "coisas" acontecem...

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Já vai havendo pouca gente com sentido de cidadania. Que bom!

    ResponderEliminar
  5. O mais importante, do meu ponto de vista: a atitude do senhor.

    O pior: a atitude do Pingo Doce ao fazer uma coisa ilegal.
    Não aceitam o quê?
    Ai não que não aceitam!!!

    Caí nessa ratoeira chamada PD, em Almada.
    A 'caixa' não queria aceitar o cartão multibanco porque a despesa era inferior a 20 euros.
    Disse, com toda a calma, à 'caixa' que chamasse o responsável pela loja.
    Assim fez. Disse-lhe ao ouvido que a coisa era ilegal e expliquei porquê.
    Resultado. O cartão do rapaz (eu) passou pela máquina e assim paguei as compras.
    Cidadania sim mas ... com legalidade de processos.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. o "amor" acontece em todo o lado. :)

    às vezes também quase me apaixono por algumas moças simpáticas que estão na caixa. :)

    beijinhos Gábi.

    ResponderEliminar
  7. Muito limitador é sem dúvida, JP :)
    um beijinho


    AJorge :)



    Catarina :)



    Poderia ser um problema era se ele não tivesse mesmo dinheiro, Graça Sampaio :)




    Estou completamente de acordo, Observador, mas até agora não tive o tempo ou a coragem para agir da mesma forma :)
    Obrigada e um bom fim-de-semana também :)




    Luis Eme :)
    um beijinho



    Também eu, Super Sónia :)

    ResponderEliminar
  8. Assim não tives-te de ficar à espera. O senhor foi mesmo simpático :)

    http://deverasoriginal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Pois foi DeverasOriginal, já passei por aí e gostei do DeverasOriginal :)

    ResponderEliminar